Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA FODA NO PRÉDIO, E COM PLATÉIA

Ola. Moro em uma pequena cidade do interior. Tenho 1,73, corpo tipo magro forte, pele branca, cabelos negros, olhos verdes e uma ferramenta abençoada pela natureza. O fato que vou contar é mais uma de minha aventuras no mundo do sexo e ocorreu há pouco mais de um ano. Um dia vi uma linda ninfeta numa loja de roupas aqui perto de onde moro; uma gata, loira, um pouco baixa, seios pequenos e apontados para frente, bunda grande e empinada que sá de olhar fiquei de pau duro. Me aproximei e conhecia a garota. Ficamos varias vezes e o négocio tava começando ficar quente. Ela era tão gostosa que sá de encostar nela meu pau subia que parecia que ia sair da calça de tanto tesão, as vezes até ficava com vergonha porque as pessoas em volta percebiam o volume do bitelo. Ela também sá de me tocar já ficava com a bucetinha toda encharcada. Certa dia fomos a uma festa num clube e nos esfregamos a noite toda. Levei ela para um canto do salão e torava a mão na bucetinha molhada dela por de baixo da saia; merdia o pescoço; ela pegando no meu pau; me espremendo na pareda na maior putaria gostosa, tanto que gosei dentro da cueca em pé ali mesmo. Doido pra meter minha pica na bucetinha daquela lorinha caliente, ja no fim da festa, tive uma idéia. Logo em frente onde estavamos tinha um prédio onde um primo meu morava e como peguei amizade com os porteiros nunca tive problemas pra entrar lá. Peguei aquela delicia de mulher e pra la rumamos. Como o predio era em frente à festa, a galera que morava lá tava toda no hall fazendo a maior bagunça. Entrei com a gata e a arrastei direito para o banheiro que havia ali no hall. Fechei a porta mas num tinha chave. Até ai beleza. Agarrei a gata e começei a lamber seu pescoço, descendo para seus peitinhos durinhos como pedra. Levantei a sainda curta daquele tesão de menina e vi uma calcinha minuscula, fio dental. Mais q depressa virei ela de costa e passei a lamber sua bunda com todo meu tesão, passando a lingua no meio do seu cuzinho. Ela já gemia de tesão, toda molhada, eu chupando seu cuzinho e metendo dois dedos na sua bocetinha de pelinhos lorinhos. De repente, quando olho, a porta do banheiro tava meio que aberta, pois eu nao tinha visto que além de nao ter chaves ela tambem nao estava fechando. Foi aí que a adrenalina subiu ao topo do tesão. O hall do predio cheio de gente que com certeza ja tinha percebido e talvez até visto minha festinha particular. Com um pé passei a segurar a porta encontada e sentado na pia a gata passou a me pagar uma chupeta fantástica. Chupavas das bolas até a cabeça do pau com maestria. E eu segurando a porta com o pé e doido de tesão que as vezes até esquecia da porta e quando via ela tava meia aberta. Novamente mandei o pé na porta, coloquei aquela deliciosa sentada na pia, meus braços arreganhado suas pernas, puxei aquela calcinha minuscula de lado e mandei meu mastro no coro pra dentro daquela bucetinha que tava tão encharcada de tesão e adrenalina que escorria aquele leitinho gostoso. E comecei a mandar a pica com gosto mesmo, vendo meu mastro devassar aquela bucetinha bem depiladinha e com pelinhos lorinhos. Enquanto mandava o pau pra dentro chupava seus petinhos, ela mordia meu pesçoco me chamando de cachorro, tesudo, gostoso e gemendo de tesão. Eu ja louco, não aguentei de tesão quando ela gozou no meu pau. Na mesma hora que tirei ela da bucetinha dela mandei um jato na parede do banheiro segurando meu mastro com uma mão e com a outra continuei na bucetinha dela, que descia tanto tesão que nessa altura eu ja tinha esquecido da porta, que ja tava um pouco aberta ha tempo. Ela tambem perdeu a noção do perigo o quase que gritava de tesão gozando no meu pau. Depois que gozamos eu novamento fechei porta, lavei o rosto, nos recompomos, ela penteou o cabelo e saimos do banheiro. Eu todo molhado, pingando suor e ela com a roupa toda amarrotada. Quando o pessoal do hall olhou percebi que todos ficaram quietos, as meninas com a boca aberta e alguns carinhas com um volume na calça, todos sem dizer uma palavra. Foi ai que eu tive certeza que nosso foda foi assisistida de camarote. Saimos do prédio e fomos embora em extase! Depois dessa ainda fizemos varias outras loucuras, que talvez eu conte em outra oportunidade. Até a proxima aventura.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos dois na minha mulhercontos porno meu amigo negro arrombou minha esposacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos de relatado por mulher de corno e viadocontos esposa bravacontos de meninos putinhoscontos comendo a enfermeiracontos eroticos esposa treina marido voyeurna academia com o padrasto contosmulhes baxinha e magrinha pornocontos eroticos comeu meu cu no onibus e da cobradoracontos travestis praiaConto porno gay meu padrasto me ensinou a ser mulherprimeira vez da esposa com dotado contoscontos eroticos de vendedor velho gordo seduzindo a meninacontos ninfeta provocando com shortinho socadohomem comeno a espoza de pois asograminha vizinha fez comer seu cu contoconto escrito ese ano cavalono nuacontos : meu filho falou que minha buceta e bonitaEmpregadas emadrastas gostosas dando cucontos de rasgando o cuzinho apertado do novinho que chora de dorUm professor gay fode sim com um aluno com o pau doro na bocawww.contos de estuprei a gordinhaconto erotico tirei a calcinha da gataContos erotico gay a rola surpresa do amigo nerdembebedei a minha mulher e fiz ela faze gang bang com os amigos xvideoscontos eroticos adolecentes brincando de esconder comessaram a dedar meu cu nao demorou e me comeramfui ensinar a sobringa dirigir ea fudiContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindo no sofaconto erotico tio juliocontos de negoes gays roludos dotadossexo.filho.fode.a.mae.na.cozinha.e.grava.tudocontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaocontos erótico vovo me arrombandonoq p* gostoso ham hamwww contos eroticos como minha filha e minha mulhercontos eroticos crossdresseres na escolacontos eroticos gays atiçei meu tiocontos eroticos namoradoConto enteada nao aguentou tudohistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemFoderam gente contos tennssonhar com a mulher tranzndo com outrocontos eroticos comi a bunda da minha tiaminha namorada disse que vai me trair conto eroticojaponesas babys fazendo zoofilacontos eroticos amiga seduz sua amigaconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arrombouconto erotico enteadacontos eroticos - isto e real - parte 4minha novinha tarada contocontos eróticos-férias Carolconto erotico viadinho de shortinho e calcinha dando no matoArrombei meu amigo - contocontos eroticos enganoconto erótico gay o guarda de trânsitosafado dorme com sua irmã e após se enroscar em grandãoconto de fudendo cu da menina mendigapau de jegue arrombando minha filhinha contosMeu pastor chupou meu cu buceta e teta contocontos eroticos fui mora com meu namoradoconto sexo minha noiva virgemcontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos incesto novinho o cara da tv a caboseduzido contosconto erótico irmão vomitou roupaContos eróticos no banheiro da escolacontos eróticos da em cima da irmacontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoenfiei meu pau de 22cm no cu da titia xnxxcontos de cú de irmà da igrejacontos eróticos estuprada pelo médico dupla penetraçãocomendi a comadre fui pego no fraga contoCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA ESconto erotico onibusmeu amigo chantagia minha mãe. conto eroticocontos eroticos de casadas traindo com sogroSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eróticos tia religiosacontos eróticos pai e amigoscontos eroticos gravida do aluno mete aiiimulher goza gostoso loucamente delirante home pelado com nome ketlynComi a cadeirante casada contoscontos de sexo fisting objetosconto vi arrebenta cu meu maridoporno club conto eroticos de meninos gaysFODA PATROA CONTO CHORAmulheres violadas contos eroticosfudendo a boca da namorada/contos eróticosfui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticosFamília contos eróticostirou as pregas dela contosContoseroticos minha mulher na passagem no anocontos minha filha olhou em dandohistoria erotica aaaaiiiiiii enfia a rola no meu cucontos eroticos fui no puteiro de de cara com minha tiaConto podolatria gay o chulé do loiroencostou-me na parede contos