Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENFERMEIRA DANDO PRA DOIS VELHOS

Meu nome é jussara, sou enfermeira tenho 24 anos, sou tipo mulherão, bunda grande, peito grande. Fui convidada a cuidar de um senhor de 69 anos que tinha sofrido uma queda e havia quebrado uma perna, apenas para dar as medicações e ajuda-lo no banho. Bem tinham me oferecido um bom salário, apenas para passar a noite plantão 12x36 hs, fui até o local conhecer a família e o paciente, Seu Geraldo é viúvo, empresário tem 3 filhos homens todos casados, sua casa era enorme a noite conosco ficava o Paulo empregado antigo de confiança da família, um homem de mais ou menos 55 anos.

Primeiro plantão notei que seu Geraldo era um pouco atrevido, escorregava as mãos pelo meu corpo como se fosse sem intenção e eu fazia que não percebia, porque ficava na duvida se era de propásito ou não, Paulo sempre junto me ajudando levava seu Geraldo para o banho e etc. Sempre gostei de usar decotes e certo dia ao arrumar seu Geraldo na cama o descarado colocou a cara no meu decote pude sentir o ar quente de sua boca, fiquei constrangida mas passou, no outro dia o velho passou a mão pela minha bunda e uma terceira vez o descarado deu um jeito de colocar as mãos no meio das minhas coxas, nesse dia não aguentei e falei pra ele: Seu Geraldo o senhor precisa tomar mais cuidado com suas mãozinhas, elas sempre passam em algum lugar errado, nessa hora seu Geraldo me olhou e disse: Minha filha queria muito te fazer um pedido, vc sabe que sou viúvo há 5 anos e desde então nunca mais tive uma mulher já cheguei a pagar algumas, mas agora nessa situação que me encontro esta difícil, vc é uma jovem muito bonita, seu jeito de se vestir é insinuante e me atrai não quero te faltar com o respeito mas queria mutio que vc me permitisse ver seus peitos.

- o senhor esta louco seu Geraldo? Como pode me pedir uma coisas dessas?

- eu te pago minha filha quanto vc quiser sá quero ver

- de jeito nenhum

nessa hora entrou Paulo e disse: Deixa Jussara o velho faz tempo que não ve mulher ele paga bem pode pedir o que vc quiser. Estava excitada com a hipátese de mostrar meu corpo a um velho e disse que pensaria, R$200, gritou seu Geraldo.

- Ta bem seu Geraldo, cheguei perto do velho e abaixei a blusa deixando meus seios a mostra, o velho quase enfarta, seu Paulo também pude ver o volume que se formava na calça do safado e confesso que isso me excitava, Seu Geraldo ergueu a mão em direção a meu seio e eu recuei; o senhor disse que iria olhar nesse instante Paulo disse: aumenta a proposta seu Geraldo e ele dobrou R$400, cheguei mais perto e ele agarrou meus dois seios apertando com tremenda força: Minha filha faz tempo que não vejo uma carne novinha, pele lisinha, biquinho durinho quero chupar, pago mais, deixa, eu deixariade graça pois já estava excitadíssima, mas o velho me ofereceu R$800 e foi abocanhando meus seios. Paulo apertando seu pau sobre a calça e eu fingindo estar constrangida, mas estava adorando a situação de fazer caridade pra velhinho, Seu Geraldo chupava com voracidade, apertava foi beijando meu pescoço, descendo a mão sobre minha saia eu louca de tesão e ele aumentando a proposta a cada coisa diferente que fazia, posso chupar sua bocetinha minha filhar? R$3000, (mal sabia que a essa altura eu deixaria de graça), subi a saia abaixei a calcinha fiquei de pé em frente ao velho apoiei uma perna sobre a cama e o velho caiu de boca na minha buceta meladinha, ele percebeu. Esta gostando né enfermeirinha? E chupava tão gostoso sua língua percorria minha xaninha com destreza gozei como louca. Paulo disse: Seu Geraldo nao aguento mais sá olhar, Venha meu filho pago em dobro o que ofereci para vc pode fazer o mesmo, Paulo veio por trás acariciando meus seios enquanto o velho me chupava, senti o pau de Paulo na minha bunda roçando isso me deixava mais louca, agora chupa seu velho, chupa minha filha, triplico a oferta, o pau do velho era enorme, senti um pouco de nojo mais abocanhei estava meio mole mas logo endureceu na minha boca, Paulo ja chupava minha bucetinha e eu chupando a pica do velho, até que não aguentei mais me posicionei em cima do velho, encaixei aquele pau na entrada da xaninha meladinha e sentei devagar, Assim vc me mata minha filha, como vc mexe gostoso. Mexia e gemia, Paulo oferecia sua rola pra eu chupar e o velho gritando aumentando cada vez mais a proposta,derepente senti um jato dentro da minha cona era seu Geraldo me esporrando na buceta e sem camisinha, me levantei rapidamente mas Paulo já me apoiava na poltrona do quarto, seu pau era duas vezes maior que do velho, gritava feito uma puta no cio, mete mais na sua enfermeira puta mete, olha seu Geraldo sua enfermeira dando pro seu empregado. Trata ele direitinho minha filha e eu gritando feito louca, não aguentava mais minha buceta doía de tanto gozar, senti Paulo gozar também na buceta, mais não tinha forças pra tira-lo. Fiquei ali deitada com ele sobre mim por uns cinco minutos, queria tomar um banho mas Paulo me empediu, queria mais, O velho safado já estava pronto pra outra, Paulo me posicionou em cima do velho guiou o pau dele na minha buceta, rebola putinha que agora vc vai ganhar duas rolas de uma vez, o velho estava desnorteado achei que iria ter um ataque, mas aguentou firme Paulo se posicionou atrás de mim e colocou com cuidado a cabecinha no meu cuzinho entrou com facilidade porque estava completamente melada de porra, senti um pouco de dor mas antes que pudesse reclamar ele colocou tudo. Ahhhhhhhhhh!!!!! Gemi como uma cadela sendo encurralada por duas rolas imensas rebolava feito uma puta, Paulo estocava sem dá, vou arrebentar seu cu arregaça a buceta dela seu Geraldo. Nunca gozei tanto como nesse dia e ainda ganhei R$ 6000 e depois desse dia aconteceu mais algumas vezes, confesso que já ia preparada para dar pros coroas mas essas eu conto depois.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos dei pro mulequinho de ruacontos eróticos de professoras de cegosconto eu e minha noivavideo pica paucontos eroticos estuprada no onibuscontos eroticos de estuprosno carnaval de ruasogro saradoconto gay pai gaycontos de cú de irmà da igrejacontos perdendo a virgindade dormindoSou gay e tranzei com um travest contos eroticocomedoocuzinho dela bebada dormidocomendo a cunhada linda das coxas grossas e peitos lindos contos eroticoscontos eroticos deixei meu namorado meter na amiga deledei pra um estranho num baile e meu marido viu conto eroticocontos de uma putalanbinda na xana hetai gritacontos eu minha mae e minha tiaRelato de esposas putas dando pra fumcionarios naEle foi fundo com ela contos eroticoscontos eu tomando sol peladinha papai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delconto erotico relacionamento virtualContos eroticos cuzinho dificilcontos eroticos chantagem patyfilmou o semen saindo da xoxotaadorava chupar quando menina contos eroticosconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenaconto zoofilia tezao estrupotres comendo uma mulher e um socando no cu do outro uma filinhairelatos erótico fui amarrada marido sortiado a esposa contos eroticoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casavideos sexo minha cunhadinha loirinhas bem novinha viu eu tomando banho e qui meda tudocontos reais meu marido fez uma deliciosa DP com seu amigocontos eróticos meu cuzinhocontos eroticos brincando na ruacontos fodendo a namorada de todo jeitovideis porno cim gueis com caucinhas no cu rebolando no pirocaoMinha namorada deu a bucetavideornposscontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilaContos eróticos mãe com os negrões e papai vendoMenina curiosa indo no circo pela primeira vez contos eroticoscontos eroticos de orgias com minha mãe negracontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos heroticos gay meu tio de dezoito me comeu dormindo quando eu tinha nove anosContos eróticos- guarda florestal de pau gigante me arrombouContoseroticosnoivascontos verídicas de sexo em montes clarosCasada Amigo do meu filho sexo contospeitinhos feito pera chupada pela amigaonto de encesto meu filho mora sosinhoxoxxota da magrinha nao aqutou a tora todacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casagosto de ser estuprada conto eróticobobadinho condo o priminho gaycontos eróticos me bater castigoContos heréticos quadrinhos Barneycontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casaviuva darlene fudendo muitoTreinamento de cachorros para zoofiliaconto erotico perdi calcinhafui errabada pelo meu avoconto erotico meu compadrer e minha esposacontos crenteshomens lanbendo o xinou da mulher na cama fotoscontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontoeroticossexoconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cuHistórias eróticas sobre estuprosrelatos veriducos de mulheres casadas que deram o cu pra outros homens na frente de seus maridostracei minha irmã contossou hetero mas comi meu amigo viado, contos heroticosConto erotico rapaz nao sabia bate punheta cm 19 ano pai ensinou a bate punhetacontos erótico menininha elevadocontos eroticoslingua no cuContos erótico lesbico policial mulher glore hole casado pegando gay contoscontos de machos que experimentou um boqueteContos de esposa abriu o cu ao máximodeflorando bucetinhas com pepinosconto erotico na frentesou o putinho do padrinhoconto comi minha mae quando tinha dez anoscontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosa magrelinha de rua contos eroticosconto erótico a manicure lesbicameu tio velho ajudou eu e minha prima perder o cabaçoContos erticos trouserao meu marido bebado pra casacontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idadecontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrecontos.eroticos.meu pai se apaixonou pela minha esposacomi o marido da minha prima bebado contos eroticosgostosa de olho bendada e trançadapuxa agarra japinha cabelos porno