Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TREPANDO NA BALADA

Como esse é meu primeiro conto, achei melhor me apresentar antes: meu nome é Michelle, tenho 26 anos e sou casada há 5. Sou morena clara, olhos castanhos, cabelos avermelhados, 1,72m de altura e 62kg muito bem distribuídos. Tenho 1,03m de bunda, seios médios e coxas grossas e torneadas.

Meu marido é advogado de uma empresa e, por isso, vive viajando. Se não fosse por viajar tanto, ele seria um marido perfeito! Ele é carinhoso, atencioso, sabe me dar prazer e tem um pau delicioso. Porém, passo muito tempo sozinha, e de uns 3 anos pra cá, comecei a lidar com essa solidão de uma maneira bem diferente.

Meu marido sempre me dizia que eu era o sonho de qualquer homem, porque fazia de tudo na cama, e sempre tinha tesão. Que eu sabia deixar qualquer homem louco de tesão, e que comigo não tinha hora e nem lugar para transarmos. No entanto, quando meu marido viajava, eu ficava subindo pelas paredes, doida pra dar! Até que comecei a procurar remédio pra esse probleminha.

A primeira vez que traí meu marido, foi na balada. Resolvi saí com umas amigas pra me distraí, e pra não ficar sozinha em casa. Apesar de nunca ter traído meu marido antes, sempre gostei de chamar atenção dos homens e flertar. Por isso sempre usei roupas provocantes e encarava os homens que me interessavam. Na balada não foi diferente: fui com um vestido pretinho bem curto, decotado nas costas e soltinho, sem calcinha e salto bem alto! Dancei bem provocante, olhando para 2 caras que me chamaram atenção, e eles não tiravam os olhos de mim. Sá o fato de estar chamando atenção me excitava.

Até q depois de alguns drinks, eu já estava bem soltinha e dando muito mole pra eles. Eles não resistiram e foram até mim. Nos apresentamos e começamos a dançar juntos, conversando ao pé do ouvido por causa da música alta. Isso já tava me dando arrepios, ainda mais que eles sempre colocavam a mão na minha cintura e acariciavam minhas costas. Além disso, beijavam meu pescoço e dançavam bem coladinhos em mim. Fomos nos afastando do meio da pista e ficamos num canto mais reservado da boite, com menos luminosidade. Eu já estava com muito tesão e comecei a me esfregar neles, sentindo como eles também estavam excitados.

Comecei a beijar um deles, nos esfregando, as mãos dele descendo pelo meu corpo me acariciando, enquanto o outro veio por trás beijando minha nuca e esfregando o pau duro na minha bunda. Aquilo tava me deixando doida. O que estava por atrás ficou acariciando meus seios, sussurrando sacanagem no meu ouvido, enquanto o outro já estava com a mão em baixo do vestido, segurando minha bunda com toda força, roçando seu pau em mim. Depois eles trocaram de lugar. Um deles começou a passar os dedos na minha bucetinha, que há essa altura, já estava encharcada. Eu abri a calça do que estava na minha frente e acariciei seu pau enorme e delicioso enquanto ele chupava meu peito.

Resolvemos então ir para um motel. Falei com minhas amigas que estava indo embora e entrei no carro com eles. Fui atrás com um deles enquanto o outro dirigia. Mal entramos no carro e ele já foi logo tirando meu vestido e me acariciando toda, enfiando o dedo na minha bucetinha e eu acariciando o pau dele, batendo uma punheta bem gostosa. Sentei no pau dele, e cavalguei feito louca naquele pau delicioso. O outro dirigia e olhava pelo retrovisor, dando tapas na minha bunda de vez em quando e falando muita sacanagem.

Chegamos ao motel antes que ele gozasse. Subimos pro quarto, eu na frente, e eles atrás elogiando a visão que estavam vendo: eu peladinha sá de salto, subindo as escadas. Entrando no quarto, fiquei de 4 na cama pra que ele pudesse terminar o serviço. Ele enfiou o pau bem gostoso na minha bucetinha por trás, batendo na minha bunda. O outro de pau na mão olhando o amigo me fuder me ofereceu seu pau pra que eu pudesse chupar. Coloquei aquele pauzão todinho na minha boca, chupando bem gostoso, lambendo e sugando a cabecinha meladinha enquanto o outro me fudia feito uma cadela.

Ele gozou na minha bucetinha que pude senti sua porra quente escorrendo. Eu já tinha perdido a conta de quantas vezes já tinha gozado. Isso fez com que eu chupasse o pau de seu amigo loucamente fazendo-o gozar na minha boca. Tomei cada gotinha da sua porra deliciosa.

Enquanto eles se recuperavam, eles me deitaram e começaram a chupar minha bucetinha, cada hora um dava uma lambida mais deliciosa que o outro. Até que eu não aguentei de tanto tesão e gozei mais uma vez.

Um deles deitou com o pau já bem duro de novo e eu sentei bem gostoso, sentindo seu pau entrar todinho na minha bucetinha. Subi e desci naquele caralho duro e delicioso, rebolando loucamente, esfregando minha bucetinha molhadinha. Me debrucei em cima dele, e enquanto o beijava, o outro começou a chupar meu cuzinho, fudendo ele com a língua e com o dedo. Depois lambeu bem meu cuzinho pra que ele ficasse bem melado. Eu já tava doida de tesão, e então pedi pra que ele comesse meu cuzinho. Sá de senti a cabeça do pau dele entrando no meu cuzinho, gozei no pau do outro. Depois que o pau dele entrou todinho no meu cuzinho, os dois me comeram de um jeito que eu nunca tinha provado. Gozei mais umas 3 vezes, até que os dois gozaram juntos: um na bucetinha e o outro no meu cuzinho, enchendo ele de porra.

Caímos os 3 exaustos de prazer! Durmimos juntinhos, eu no meio, encaixada nos 2. Acordei pela manhã com um deles me chupando. Mai esse café da manhã a 3 delicioso, eu conto numa práxima vez.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos mulher madura safada na farmáciaEsposa de biquini com vendo futebol contoContos eroticosm comendo a prima de calcinha amarelaNovinhas sendo arrombadas por patrão e peões na fazenda contos eroticoscontos mulher desmaia na pica de borracha da amigacontos eroticos de mulheres obesasCasada viajando contoshospedei em casa relato eroticochantageada contoscontos gay meu primo ensinouaiiiiiiiiiiiiii tio bota atraz essa picacontos eroticosminha filha me chantageoucomendo a deficiente contos eroticoscontos eroticos fui comida por varios homendirmã e amigas devassas esfregando a bunda no pau do irmãozinho dela contos eróticosursao tio roludo contocontos eróticos f****** a mineirinha s*****pai tirá cabeça da filha novinha contoscontos minha tia viuva sua amiguinhaPorteiro amigo do meu pai me fodeu contoeroticocomi a enfermeira contospelado na Rua, Contosconto de tia que deu pro cavalo da fazendaconto erotico cheirando calcinha lesbicacontos euroticos porno tia lucia contos casada com meninoconto erótico os melhores contos pai fod a filha maecontos tudo enfiado no cuconto durmindo e mamando pintoMães chupando filho contoseroticosCONTO CRENTE DANDO A BUCETAmulher amarrada no curral para o pone com elalésbicas castigando o rabo da parceriacontos de foder empregadaconto virei meu marido viadoxvideo porno cavalu comedo aeguacontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos erotico com policial estrupador que so quer nifetaconto erótico era novinha quando dei pela primeira vez o rabinho doeu demais até chorei coto erotico da espozabuceta pakerou chupou pediu paucontos eroticos pra gozarcontos eroticos advogadacontos eróticos esposa tímida no swingcache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html mulher as pono aportei a minha esposatias gostosas de calcinha contocunhada timidacontosconto me vingando do namoradoo meu professor me comeu na secretariacontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelcontos eroticos amarradas e abusadas escravasencoxada bem arroxadaComo me tornei a cadela do meu padrato contos eróticosentei na rola do padrinho contos eróticosbucetinha inchada de minha esposa orgia contocontos eróticos férias com porracontos mulher alta bunduda ggcomi minha esposa e dua irma vou vontar como foiconto menina safadinha anoscontos do seu jorge pegando uma casadinhafodo minha princesinha. contos eroticos de incestoscontos eroticos real engessadaxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguesme fode me arromba seu velho safadoParaíba putinhoXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanheroxvideo de guatro bem reganhadinha faço ele gozacontos eróticos eu e minha mãe na praiacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos dei p meu clientecontos eróticos para ler a sogracontos eroticos traindo marido na Sala ao ladotransa shopping Interlagos contocontopaugrandeFui confessar e comi a madre contoswww.xconto.com/encesto