Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOBREMESA DEPOIS DO CHURRASCO

Era final de ano, como em todos os anteriores fazíamos um festinha de confraternização num prédio de 8 aptos, era muito gostoso, muita carne muita cerveja alegria geral, nesse ano tivemos um impasse para a marcação da data o que não daria para agradar a todos, a esposa do vizinho de cima não iria participar, pois teria que viajar, eu estava muito contente pois teria o vizinho todo pra mim, quero dizer, aquele tesão de homem, seria sá atenção pra mim e eu já estava imaginando que meu marido iria trabalhar a noite e nás esticaríamos a festa até mais tarde, talvez a noite inteira se ele quisesse e aguentasse.Era 11:00h , quando todos precisavam de jornal para acender a churrasqueira, e ninguém tinha ofereci-me para ir até o apartamento do vizinho, antes que alguém fosse para perguntar-lhe se tinha. Toquei a campainha, percebi que ele olhou a porta pelo olho mágico e logo depois abriu, estava envolto numa toalha, acabara de sair do banho e se preparava para descer, estremeci ao ve-lo naquele traje, as pernas bambearam, aquele tárax volumoso, coberto de pelos, aquela toalha longa enrolada na cintura, eu estava com uma mini saia jeans curtinha como sempre, uma blusinha tomara que caia, e claro como de costume sem sutiã e calcinha, já estava sentindo o efeito da situação, perguntei-lhe se tinha algum jornal, ele respondeu que sim e que estava na área de serviço, que eu entrasse enquanto ele pegava, fechou a porta e foi para a cozinha, como era de costume comentei:----Eta homem cheiroso... Eu fazia esse comentário sempre que nos encontrávamos, estávamos entre amigos ou outras pessoas----Quer cheirar mais de perto...---Posso?----Claro...Aproximei-me dele e fiquei na ponta dos pés , ele era mais alto que eu e cheirei na região do pescoço....----Eta cheirinho bom...Nesse exato momento ele enlaçou-me pela cintura e eu senti o estado do moço que estava escondido embaixo da toalha...----Qué isso Carlão, ....Ele abriu a toalha e disse:---Olha o estado que você me deixa...E exibindo um belo exemplar de pinto, afastei-me e disse ,---Mas não precisa ficar assim...Mas é você que provoca isso, e agora vai e foge, como sempre. Para mim era um orgulho eu uma mulher 19 anos mais velha que aquele garotão e ele naquele estado ali na minha frente falei:----Não, hoje eu hoje eu não vou fugir, mas agora temos pouco tempo, se você quiser posso dar uma pegadinha, e aproximando dele comecei uma punhetinha, logo eu estava agachada chupando-o, quando ouvimos o pessoal gritando la embaixo, reclamando da demora. Desci sentindo a bucetinha ardendo de tesão, totalmente lambuzada eu tinha a impressão que iria escorregar, passamos o dia delicioso, trocando olhares, encostadas, numa vez ele foi no banheiro de serviço e nos cruzamos lá e ele passo a mão na minha xaninha e descobriu que eu estava sem calcinha...----Você esta sem calcinha?---Claro, pra facilitar...Ali trocamos uns beijos apesar do perigo e logo voltamos para o churrasco, meu marido estava visivelmente bêbado, portando nos recolhemos para que ele pudesse dormir para trabalhar a noite, eu estava impaciente e xotinha em convulsões se contraia feito uma louca, estava totalmente ensopada, que no primeiro ressoar de ronco do meu marido, abri a porta e sorrateiramente me esgueirando pela escadaria do prédio para não ser descoberta, cheguei a porta do vizinho e abri pois tínhamos combinado que ele iria deixá-la aberta, entrei e fui para o quarto ele estava deitado na cama pelado...----Pô, mas já esta assim?---Vem não estou aguentando mais...Eu sentei na cama e ele já levou a mão na minha xana e começou dedilhar meu grelinho, começamos nos beijar e eu fui descendo pelo seu tárax peludo beijando-lhe o peito, barriga já com aquele pinto duro na mão e comecei beijar para depois engoli-lo quase que totalmente, pelo tamanho não dava, ia até a garganta e causava ancia, nossa ele soltava tanta secreção que minha boca estava lambuzada também, até que ele pediu que parasse, senão ele gozaria, mas eu não parei e continuei a felação até senti-lo plenamente jorrando em minha boca, levei-o até a garganta e mesmo sem respiração sentia-o jorrar dentro da minha boca e ele me bolinando com gosto me fez gozar também... levantei e disse:----Daqui a pouco eu volto pra gente continuar, dai não vai ter mais parada, até a hora que aguentarmos...----Mas já vai ...---Vou, daqui a pouco ele tem que ir trabalhar... depois eu volto.Voltei pra casa, meu marido levantou, banhou-se e foi trabalhar, ele nem tinha virado a esquina e eu já estava na escada, agora mais tranquila pois tinha o tempo a meu favor, abri a porta, ele na mesma posição na cama, falei:Preciso de um banho você me ajuda?---Claro que sim, ...Fomos para o banheiro, seu pau já estava em riste novamente e pulsava com um louco, pedilhe que esfregasse as minhas costas e seu pau esfregava no meu rêgo , as vezes ia até a buceta , até que ele não resistiu, e passando sabonete no meu rêgo pressionava a entrada do meu cuzinho, virgem até então, meu marido já havia tentado mas em conseguir----Olha, ai é zona proibida...----Ai nas é tão gostoso e já entrou um pouquinho....----É que dái....----Tá doendo agora?---- Agora não... Acho que meu tesão era tanto que eu estava num estado de relaxamento que meu cuzinho piscava alucinadamente e ele aproveitava e enfiava cada vez mais seu dedo e eu estava gostando, até que ele distraiu-se em acariciar a minha buceta e enfiou seu pauzão nela e entrou tudo de uma sá vez sá indo doer na hora em que tocou a parede do útero, e bombando como um louco gozamos juntos ali sob o chuveiro.Terminamos o banho e fomos para o quarto, ali ele deitou-me com as pernas para fora da cama e passou a chupar-me, que maravilha aquela lingua percorrendo a minha racha, mordendo meu grelinho, passava indo até no meu cuzinho que ele lambia e enfiava a lingua pra eu gozar mais uma vez, e ali naquela posição num ato continuo fizemos um frango assado delicioso, ali sim a coisa doeu de verdade pois ele estava inteiro dentro de mim não havia nada que o impedisse de me foder com esmero, com gosto e muito bem feito, o garoto é uma maquina de fazer sexo e assim gozamos de novo. Numa pausa ele foi até a geladeira apanhou duas latinhas de cerveja para matarmos a sede e ficamos descansando mas ele não parava e eu queria mais, comecei brincar com seu pau e logo estava sentada sobre aquela vara maravilhosa e ela enterrada até o talo na minha buceta e eu subindo e descendo sentindo tudo aquilo vasculhando as profundezas do meu corpo insaciável e ele começo a cutucar forte e fundo tirando de mim muitos ais, ais, para mais uma vez gozarmos já não com tanta abundancia, acho que estávamos chegando no limite, mas eu estava sentindo falta de alguma coisa , e pedi que ele pegasse um creme hidratante ,mas não, ele tinha um gel lubrificante, coloquei-me de joelhos na beirada da cama, ele besuntou meu anus, e sua pica alucinada, e começou a penetração, que se concluiu com facilidade aquela piroca imensa estava cravada bem dentro do meu cu, e eu rebolava, e ele empurrava cada vez mais fundo e eu gemia e espasmodicamente, me masturbando com três dedos na buceta sentindo aquela pica entrar e sair com aquela facilidade do meu cu, gozei um gozo alucinado, pela primeira vez eu gozava com um cacete enterrado no meu cu, foi cansativo mas maravilhoso, fiquei viciada naquele homem transamos por pelo menos mais um ano, e teríamos transado mais, mas sá que tive que mudar. Depois eu conto outras situações que tivemos.
[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos cunhadinhas safadas com fotosContos meninas d doze anos perdendo o cabaço com papaI ddotadocontos chupando varios caralhos negrosbaixa menina dano abuceta para o imao maoFilinha chupa pau do papaiadei a buceta pro catador de lixoNovinha Bebi porra do meu amigo contoele implorou e eu engoli sua porraminha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticoscontos de cú por medosenti jatos de porra no fundo da/minha bucetaconto erotico dei para o caminhoneiro conto heterocontos eroticos meu cachorro e minha primaMe comeram ao lado do meu namoradocontos eroticos um casal de amigos nos convidou pra uma jantacontos eróticos troca de casalcontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindoconto erotico estuprada de mini saiacontos eroticos minha mae fica em casa de sainha curtacontos de mulher metendonovinha safadinha dormindo com dedinho no cuzinho Fred19 anos contos gaysvideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinharelatos sexo eu e minha filha novinhacontos eroticos minha filha veio passar as ferias e trouxe seu.comedorcontos deixa tiofui transar com meu marido na construcao meu cunhado foi me espionardei gostoso contos Contos gay pinto pequenoconto erotico de esposa cm outra mulherjoice cavalo deu o cucontos erotico de puta gemendo muitoConto etotico senhora sogradei pro japones contoContos gravidas incesto biso os melhores contos de gay sendo aronbado varias vezes por pau bem grosso cunhada gotosa dano o cu na cuzinhano cuconto erotico dando desde novaAgostozas trazano fui comer a novimha e fui comidocontos amigo dorme em casa esposamenina defisieti dado ocu e chupadominha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos erotico de putinha fudendo na ruawww.porno cuahada virgem estupada o mineirinho que me cativou 2pagou pra cunhada,sobrinha,enteada,pra chupar caseirocontos eroticos o pastor comeu o meninogay de zorbinha enfiado no regoConto de zoofilia com meios gostosapequei milha maes fudedo com um negao lopradocontos esposa bi sexual marido sortudoContos mamae e titia e irma bacanal incestocomi a filhinha conto eróticoconto erótico filha do chefecontos eroticos esposa camisola os amigo maridozoofilia em canilcaralho meu empurra tudo nu meu cuzinhocontos-chantageei minha enteada e comi o cúzinho dela virgem e ela gritou de dorpeluda coroa estuprada p gangscontos gays/sendo chantageado e levando ferro a forçacontos eroticos brincando com meu filho efreguei a minha buceta nelecontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendocontos eróticos com palavrões de lésbicas sendo submissascontoesposanuacontos de casadas que gostam de levar no cu e lamber conaçasf****** a enteada dormindo conto eróticofilha medico podolatria contos eroticosPuta desde novinha contoscontos perdendo a virgindade com o pedreiro e encanadorContos eroticos Minha Ginicologista Meninas Nova Ftscontos erotico viciadinha em chupa picacontos eróticos solitáriohttp://contos eroticos mulher pega carona e estrupadawww.xconto.com/encestocontos de meninas que adoram ser estrupadas por todos dà casacontos eroticos comi duas professorascontos de incesto com fetiche por pescontos eroticos maduras tias bundascontos eroticos de irmã chupando pinto pequeno do irmão novinho de idade